Gestão

Impactos da inteligência emocional no trabalho

21 de maio de 2021
Gestão

Impactos da inteligência emocional no trabalho

21 de maio de 2021
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Email

A qualidade de vida no ambiente trabalho é importante tanto para funcionários, que podem se tornar mais produtivos, quando para as empresas, que veem seus colaboradores desempenhando da melhor forma possível suas funções.

O desenvolvimento desse aspecto está condicionado a uma série de fatores. Um dos que mais chama a atenção é a inteligência emocional no trabalho. Tendo isso em mente, preparamos este texto, que explica o que é essa característica, qual a sua importância no ambiente profissional e o que pode ser feito para desenvolvê-la. Boa leitura.

O que é a inteligência emocional?

De forma simples, podemos definir a inteligência emocional como a nossa capacidade de reconhecer, entender e lidar com as nossas emoções e também com as daqueles que nos cercam, em diferentes ambientes. Ou seja, isso vale para amigos, familiares e para o local de trabalho.

O conceito de inteligência emocional tem uma longa trajetória, que começa ainda no século XIX, com o naturalista inglês Charles Darwin. No entanto, o termo só ganhou ampla popularidade em meados dos anos 90, com o lançamento do livro “Inteligência Emocional”, do psicológico e professor universitário norte-americano Daniel Goleman.

Qual a importância da inteligência emocional no trabalho?

Ninguém trabalha sozinho, não é mesmo? Por mais independente que um profissional seja, ele sempre dependerá de outros para que os seus objetivos sejam alcançados. Logo, muitas vezes, a ausência de um bom relacionamento com as outras pessoas prejudica o trabalho de um profissional, por mais qualificado que ele seja.

Esse problema se torna ainda maior quando a pessoa em questão ocupa cargos de liderança. Um bom líder precisa lidar com as distintas personalidades dos seus subordinados e, a partir disso, propiciar um ambiente confortável para extrair de cada um deles o melhor do seu talento.

Dessa forma, pessoas com alta inteligência emocional, líderes ou não, estão aptos a gerenciar conflitos e imprevistos, além de incentivar a busca por solução de problemas de forma criativa e independente. Tudo isso junto colabora com o aumento da produtividade e da satisfação de todos os envolvidos.

Como desenvolver a inteligência emocional?

Observar os próprios sentimentos, exercitar o autocontrole e não agir por um impulso são boas dicas iniciais para quem está preocupado em desenvolver sua inteligência emocional, para se sair melhor no trabalho e em outros âmbitos da sua vida.

Além disso, uma boa forma de ampliar essa qualidade é conhecendo os pilares que sustentam o conceito de inteligência emocional, conforme indicamos na lista abaixo.

  • Autoconhecimento, que diz respeito a saber quais são as suas emoções;
  • Autocontrole, que significa saber lidar com as suas emoções e a dos outros, mesmo em momentos difíceis;
  • Empatia, habilidade que nos permite nos colocar no lugar dos outros;
  • Relações interpessoais, para lidar com as variadas emoções e se relacionar com várias pessoas;
  • Automotivação, saber utilizar suas emoções em prol das suas metas.

Obviamente, ninguém terá um altíssimo nível de inteligência emocional do dia para noite. E, muitas vezes, essa habilidade não é algo que se possa ensinar, uma vez que se trata de autoconhecimento e o bom uso dele. Todavia, estimular a inteligência emocional no trabalho tende a trazer muitos frutos para a empresa e seus respectivos colaboradores.

Que tal compartilhar este artigo nas suas redes sociais? Com isso, ele poderá chegar a mais pessoas.

BLOG
CATEGORIAS
CADASTRE-SE E
RECEBA NOSSA
NEWSLETTER

Quer se manter atualizado sobre temas que vão trazer resultados efetivos na gestão de custos, benefícios, seguros e pessoas? Se inscreva para receber nossa newsletter!

imagem_2022-03-18_121428

13 ações para redução e melhoria do Turnover

imagem_2022-06-01_111328226

O QUE É A RENOVAÇÃO COMPULSÓRIA NO SEGURO GARANTIA JUDICIAL?

handsome-business-man-working-at-the-desk-1

6 formas de vencer o sedentarismo dos colaboradores

post_thumbnail-99d26e4d776dd93e6bec3a237819568c

Saúde mental no trabalho: 5 ações para melhorar a qualidade de vida do colaborador

post_thumbnail-9e147565b8fdb7d876a433ffbc40d876

Saiba por que a resiliência no trabalho é importante

post_thumbnail-95df63b50be6253bfa04e047341655eb

Mudança de mindset: como colocar em prática na equipe?

Happy multicultural employees business team engaged in teambuilding giving high five hands celebrate corporate success motivated by shared win great result together in office, trust integrity concept

Como engajar seus funcionários de forma efetiva?

Young collaegues sitting at office and discussing work

Job sharing: o que é e como funciona na prática?

original-4dd06e90fbfee679122631e63db0a5b2-scaled

A importância de criar uma cultura colaborativa em sua empresa