Benefícios

Gestão de benefícios nas empresas: por que esse serviço é fundamental para seus colaboradores?

6 de setembro de 2019

A gestão de benefícios nas empresas é de extrema importância porque ela é capaz de atender às demandas dos funcionários. Estamos falando das vantagens que excedem o salário, como vale-alimentação e refeição, assistência médicaplano odontológicoseguro de vida e auxílio-creche, além de algumas flexibilizações de horário e apoio a mães em período de lactação.

Trouxemos neste texto alguns dos principais motivos de investir na gestão de benefícios, e dicas para ajudar você a começar esse trabalho de forma adequada. Continue lendo e aprenda!

Motivos para investir em gestão de benefícios

Entenda por que se preocupar com essa gestão pode trazer vantagens à sua empresa.

Engajamento e motivação dos colaboradores

Oferecer benefícios aos funcionários é um modo de demonstrar cuidado e preocupação, pois deixa claro que o bem-estar é tão valioso quanto cumprir com as obrigações legais. Então, as pessoas tendem a se engajar mais com a cultura da empresa e se sentem parte importante da equipe.

Isso promove, ainda, um ambiente de trabalho mais agradável. Os conflitos internos diminuem e há um equilíbrio entre a cobrança das atividades e as necessidades pessoais. De quebra, a motivação dos colaboradores aumenta, já que eles se sentem mais valorizados.

Redução de turnover

Muitos dos gastos que uma empresa pode cortar estão relacionados à rotatividade de pessoal, ou seja, ao índice de turnover. Contratar alguém requer divulgação, preparação e aplicação do processo seletivo, fora os exames admissionais pertinentes ao tipo de atividade que serão desenvolvidas. Todo esse processo envolve capital, além de tomar tempo do setor de recursos humanos.

Pode acontecer de um profissional resolver repentinamente deixar o seu cargo porque não se sente satisfeito nele. Nessa situação, todo o gasto que a empresa teve com a sua contratação foi em vão — e ela precisará dispensar mais recursos para encontrar um substituto. Conceder benefícios é uma boa maneira de reter os talentos, o que vai gerar uma economia considerável para a companhia.

Aumento da produtividade

Quando um colaborador recebe benefícios que facilitam a sua permanência no emprego e tornam a sua vida pessoal mais agradável, é certo que ele terá mais disposição durante a sua jornada laboral. Com isso, o índice produtivo será melhor, assim como a participação desse funcionário em momentos decisivos da empresa.

Dicas de gestão de benefícios nas empresas

A primeira dica é consultar os funcionários, a fim de saber quais seriam os benefícios mais interessantes para eles. Antes de tomar essa decisão, também considere a faixa etária e a classe social da maioria.

Para pessoas mais novas e solteiras, o incentivo à formação e especialização pode ser mais vantajoso, por exemplo. Já para quem tem filhos, um auxílio educacional talvez desperte mais interesse. Avalie esses pontos e crie uma lista com as principais necessidades dos profissionais, para conseguir atendê-las.

Pronto! Agora você já sabe como a gestão de benefícios nas empresas acarreta em vantagens estratégicas para o negócio, e o que fazer para colocá-la em prática. Lembre-se de levar em consideração a opinião dos maiores interessados: os colaboradores.

Gostou deste conteúdo? Então, siga nossos perfis no Facebook, no Twitter, no LinkedIn e no Instagram para ver as nossas publicações em primeira mão.