Seguros Corporativos

Quer manter sua obra protegida contra perdas e danos?

9 de setembro de 2019

Você sabe como funciona um seguro de risco de engenharia? Esse é um serviço fundamental para qualquer tipo de obra a ser realizada, desde uma pequena reforma até a construção de grandes empreendimentos. Uma construção ou um reparo são processos complexos, com muitos riscos e variáveis envolvidos.

Por isso, além de tentar garantir uma equipe de qualidade, bons materiais e condições adequadas, é necessário pensar em prevenção e contar com a proteção de um seguro. Para entender melhor do que se trata esse serviço, quando contratá-lo e quais as suas vantagens, continue a leitura. Trouxemos aqui as principais informações sobre o assunto!

O que é um seguro de risco de engenharia?

Trata-se de um seguro cujo objetivo é garantir o reparo ou reconstrução da obra em caso de algum evento danoso, garantindo desta forma a continuidade dos negócios do construtor, incorporador, empreiteiro ou proprietário da obra. Ele vai indenizar, por exemplo, custos causados por acidentes, problemas na instalação ou na montagem, quebra de equipamentos e por aí vai. Vamos explicar melhor sobre suas coberturas mais à frente.

Existem diversas modalidades desse seguro, incluindo parte civil, instalação de equipamentos e etc, sendo necessário escolher a melhor e mais completa para cada empreitada. A ideia é garantir cuidado e atenção a todos os envolvidos na obra e proteger seus recursos financeiros contra imprevistos. De modo geral, podemos dizer que esse é um serviço essencial para todos aqueles que demandam ou realizam alguma atuação de engenharia.

Como esse seguro funciona e qual sua importância?

O seguro de riscos de engenharia inicia com a mobilização do canteiro de obras e se encerra quando cumprido ao menos um dos requisitos abaixo:

  • Aceitação, mesmo que provisória, da obra;
  • Colocação da obra em uso ou operação, mesmo que parcial ou em apoio à execução do projeto;
  • Transmissão de posse;
  • Se encerre o prazo de obra descrito na apólice*

*por este motivo se faz necessária a prorrogação do seguro para acompanhar o cronograma de obras.

O seguro pode se estender ao período pós obra através da cobertura de manutenção ampla, que visa amparar os danos causados durante os serviços de manutenção e os danos que se manifestem no período pós obras, para tanto é necessário haver uma obrigação contratual entre executante e cliente. A cobertura geralmente é fornecida com prazos de 6 à 12 meses, sendo possível a extensão para até 24 meses em situações específicas. Lembrando que não é possível sua contratação de forma isolada.

Poderíamos citar uma série de motivos pelos quais esse tipo de seguro é tão importante. É preciso levar em conta que uma construção, um reparo ou uma ampliação oferece uma quantidade enorme e variada de riscos, tanto materiais quanto físicos, e isso gera grandes prejuízos. 

Pense, por exemplo, em todas as consequências de um equipamento danificado. Seria necessário repor o material, interromper ou atrasar a obra em função de sua ausência, arcar com o atraso frente aos clientes e muito mais. Isso quando o problema não for tão grave quanto um acidente, que envolve muito mais custos e despesas. 

Sem um seguro de riscos de engenharia nesses casos, o preço a ser pago seria muito maior e em algumas situações dependendo do tamanho dos prejuízos até interrompe definitivamente a obra. Vale lembrar ainda que um seguro completo garante também possíveis danos a terceiros, o que protege ainda mais o seu bolso e a sua reputação.

O que um seguro de risco de engenharia cobre? 

Como explicamos anteriormente, as possibilidades de coberturas são bem amplas e compreendem boa parte dos riscos de uma construção. Como em outros tipos de seguro, existem pacotes, coberturas básicas, adicionais e riscos não inclusos, portanto vale sempre a consulta à apólice e/ou seu corretor.

A cobertura básica ampara a obra, parte civil e equipamentos, contra os danos de causa externa como incêndio, vendaval, furto, bem como os danos consequentes das falhas de execução e as obras provisórias existentes no canteiro. Através das coberturas adicionais pode ser incluído o amparo para erro de projeto, desentulho, despesas de agilização, danos à terceiros, entre outras despesas.

Por contemplar tantos riscos, em diversas situações, fica fácil compreender que é muito importante poder contar sempre com um seguro de risco de engenharia bem colocado. Respondendo à pergunta que deu o título a este artigo, diríamos que esse serviço pode ser utilizado em praticamente qualquer problema que ocorra em uma construção, então é melhor tê-lo à sua disposição, não acha?

O mais importante é saber com quem contar e escolher uma boa empresa para contratar! Se você tem mais dúvidas sobre seguros, entre em contato. Será um prazer conversar com você!