Auto

Seguro automotivo individual: entenda como funciona e os benefícios

13 de setembro de 2021

Rodar por aí a bordo do seu carro sem um seguro auto pode representar uma dor na cabeça bem grande. São vários os perigos aos quais todos os motoristas estão sujeitos no dia a dia, indo desde acidentes até roubos e furtos.

Diante da importância da proteção veicular, vamos explorar neste artigo como funciona e quais são os benefícios de um seguro automotivo individual, para você ter a certeza de que está fazendo a melhor escolha. Boa leitura!

O que é um seguro automotivo individual?

Como o próprio nome indica, o seguro automotivo individual é destinado, sobretudo, para pessoas físicas ou ainda para pequenas empresas que têm apenas um veículo a ser protegido.

Ou seja, a apólice contratada cobre exclusivamente esse único veículo, de acordo com as coberturas estabelecidas no momento da contratação. Dessa forma, ele permite uma melhor personalização e costuma ser indicado para qualquer motorista que deseje reforçar a proteção ao seu carro no dia a dia.

Quais as principais características dessa forma de proteção?

Os seguros automotivos individuais oferecem coberturas diferenciadas, adaptadas às necessidades de cada motorista. As mais comuns são as que preveem pagamento de indenização em caso de danos acidentais, roubos e furtos ou para passageiros acidentados.

É possível ainda incluir serviços adicionais, que prevejam a disponibilização de guincho 24 horas, por exemplo, ou auxílio com reparos mecânicos dentro de uma rede credenciada de oficinas.

Diante dessa capacidade de personalização, o preço dos seguros individuais é calculado com base numa análise cuidadosa não apenas do veículo (incluindo informações como montadora, ano de fabricação e modelo) segurado, mas também do perfil do motorista.

Nesse sentido, quanto mais cuidadoso o motorista, menos ele pagará pela proteção. Com isso, é comum que aqueles grupos que estatisticamente se envolvem menos em acidentes paguem menos pela apólice. É o caso, por exemplo, de mulher com vários anos de habilitação.

No sentido oposto, um homem jovem recém-habilitado precisará desembolsar mais pelas mesmas coberturas, uma vez que, em tese, ele tem mais chance de se envolver em acidentes.

É por isso que é informante informar todos os dados de forma correta na hora de contratar um seguro automotivo individual. Só assim a seguradora poderá fornecer o preço real do serviço. Além disso, em caso de sinistro, se forem notadas informações conflitantes, a empresa poderá recusar o pagamento da indenização.

Qual a diferença para os seguros coletivos?

Enquanto a proteção dos seguros individuais é restrita a apenas um único veículo, os seguros coletivos têm como objetivo garantir esse serviço a um grupo de motoristas como o mesmo objetivo em comum.

Dessa forma, os seguros coletivos são mais comuns entre empresas que querem proteger sua frota de veículos ou ainda em associações, que reúnem pessoas interessadas na contratação em conjunto. As apólices podem ser coletivas (normalmente quando todos os veículos estão no mesmo nome de uma única pessoa) ou por afinidade (quando os veículos estão registrados por vários motoristas)

Apesar disso, os seguros coletivos preveem proteções similares aos seguros individuais, com preços que variam de acordo com o perfil dos veículos e dos motoristas. Logo, o principal diferencial diz respeito a forma de contratação e a possibilidade de inclusão de mais veículos na mesma apólice, o que não acontece nos seguros individuais.

Na hora de contratar um seguro automotivo individual ou em grupo, é fundamental contar com uma empresa com reputação amplamente reconhecida pelo mercado e capaz de oferecer soluções personalizadas para a sua necessidade, como é o caso da Alper Seguros, que conta com especialistas e a tecnologia necessária para um atendimento ágil e inteligente.

Se você quer saber mais sobre a Alper e ter acesso às soluções que mais se adequam ao seu perfil, entre em contato agora mesmo.